Anteriormente, discutimos sobre aplicação de acessibilidade e metodologia ágil no gerenciamento de plataformas, sites e lojas virtuais, e o quanto a aplicação dessas medidas podem ser o diferencial de sua marca em um mercado tão competitivo e acirrado. No entanto, com tantos recursos disponíveis, muita vezes falta-se mão de obra nos setores que requerem maior atenção, além de ferramentas hábeis que dão conta de um trabalho manual pesado e coleta constante de informações. 

Em um cenário onde as necessidades do cliente viraram preferência no desenvolvimento do software, é importante que o gerenciamento seja feito em diferentes ângulos e muitas vezes ao mesmo tempo, de forma harmônica e com resultados rápidos. É com esses fatores que apresentamos a automação de serviços.

Por que implementar Automação de Serviços?

Quando falamos de automação, um clássico exemplo de são os bancos. Na década de 1980, transações bancárias eram feitas por equipes inteiras de pessoas que tinham a responsabilidade de gerenciar uma logística complicada, repletas de cálculos e controles, onde simples erros causavam muitos danos para o banco como clientes. Hoje, graças aos caixas eletrônicos, sites e aplicativos que cuidam do trabalho manual e milhares de cálculos por segundo, todo esse processo se tornou extremamente mais produtivo, rápido e eficiente, reduzindo de maneira considerável os custos de investimento mesmo sob crescente demanda de clientes. Por fim, esses sistemas automáticos permitiram a otimização do fluxo de trabalho e uma padronização concisa, limpa e livre de falhas, estas que poderiam prejudicar e muitas vezes atrasar o andamento do projeto.

Esse é apenas um dos muitos casos onde a automação melhorou os processos de um determinado negócio. Outros campos de aplicação incluem: Uma loja que melhora sua performance de venda e demanda com controle de estoque e finanças. Uma agência de recrutamento que consolida dados de candidatos em um só lugar, separado por filtros personalizados. Prestadores de serviços que usufruem de sistemas de CRM (Customer relationship management) para contato com o cliente, ou plataformas online que captam seu público em potencial.

Baixo custo otimiza seu negócio e melhora a performance!

Além das vantagens citadas acima, o baixo custo permite uma gestão segura e eficaz. Com resultados entregues de maneira mais rápida e eficaz, isso reduz drasticamente o tempo de trabalho em processos manuais e repetitivos, e possibilita um foco na melhoria da experiência do cliente ou mesmo a logística de funcionamento da própria equipe. Um processo autônomo permite uma metodologia padronizada e de fácil consulta, o que possibilita que processos sejam aperfeiçoados para métodos mais eficazes, criando um ciclo de gerenciamento limpo e sempre pronto para melhorias.

O jeito mais simples de entender isso, é ver como a logística de funcionários muda conforme a automação de serviços toma conta do negócio. A equipe pode ser direcionada para campos que exigem uma atenção redobrada, de maior risco e complexidade, ou mesmo para áreas criativas que requerem estudos e contato próximo com o cliente e parceiros. Com o apoio desses sistemas, a equipe está melhor preparada para imprevistos, adaptações e melhorias de performance em quase todos os setores. 

Diversos campos podem se tornar mais ágeis com Automação de Serviços!

Essas automações não se resumem a apenas linhas de produção e demanda; campos como gestão de pessoas, tomada de decisões, processos seletivos, gerenciamento de eventos e negócios, gestão de performance, entre outros, também podem ser otimizados com uma plataforma bem aplicada e customizada para as necessidades da empresa. Outro bom exemplo é um sistema de ERP (Enterprise Resource Planning) que é capaz de integrar e centralizar todas as informações e processos de um negócio em um único local, alguns exemplos incluindo:

·         Controle financeiro

·         Contabilidade

·         Gestão RH

·         Gerenciamento de produção

·         Gerenciamento de materiais

Com essas informações centralizadas e organizadas de forma automática, a equipe de gerenciamento não precisa divagar em diversas documentações ou mesmo se preocupar com perda de informação, pois os dados coletados estarão sempre conciliados em um único local de fácil acesso e consulta, o que facilita as futuras tomadas de decisões, aquisições de parceiros e até os próximos passos para a marca. Dessa forma, é necessário entender que o modelo de automação precisa sempre evoluir juntamente com as necessidades da equipe, já que toda a indústria de tecnologia anda cada vez mais se tornando uma maneira dinâmica e evolutiva de atender as necessidades do cliente de antemão. 

Gostou? Confira mais artigos do nosso blog!